Tamanho da fonte: -A+A

Quase um terço (32%) dos profissionais de TI que utilizam redes sociais (82%) admitiu já ter sido abordado para uma nova oportunidade de trabalho a partir dessas ferramentas. A constatação foi feita através de um estudo realizado pela Technisource.  

De acordo com a pesquisa, metade dos profissionais entrevistados, se estivesse procurando emprego, pensaria em apagar ou pelo menos alterar seus perfis nas redes.

Além disso, 22% dessa metade responderam com um “talvez” e 28% garantiram que mudanças seriam providenciadas.

Os outros 50% disseram que, mesmo sob essas circunstâncias, não maquiariam suas personalidades virtuais.

Entre os entrevistados, o serviço mais citado foi o Facebook (87%). Em seguida aparecem LinkedIn (72%), Twitter (31%) e Youtube (31%), MySpace (24%) e Classmates (20%).

Questionados sobre networking, os profissionais também mencionaram a Internet 2.0: para 35%, o uso das mídias sociais para contatos sociais é majoritário. Já 33% preferem relações face a face.

Em decadência estão tanto o telefone quanto as associações, mais utilizadas por apenas 12% e 11% dos profissionais, respectivamente.

Sobre o grupo que não utiliza redes sociais para trabalho (18%), 56% disseram não precisar, 31% alegaram falta de tempo e outros 31% responderam que é muito trabalhoso manter um perfil.