A Google anuncia nesta sexta-feira, 16, que vai recorrer de uma decisão da Justiça de São Paulo que determina a realização de uma auditoria no serviço Adwords.

Conforme decisão do juiz Luiz Fernando Cirillo, da 31ª Vara Cível de São Paulo, a Google deve abrir seu sistema de links patrocinados para checagem judicial.

A ação foi movida pela agência digital Hotlist que espera receber indenização de R$ 2 milhões. A empresa alega que seus clientes contestaram os valores cobrados pelo Google e querem ter certeza que os cliques gerados ocorreram.

Em comunicado, a Google afirma que ao assinar o contrato, a Hotlist reconheceu que a ferramenta de contagem do Adwords elimina cliques forjados por robôs para fraudar o acesso às páginas.

Ainda de acordo com o contrato, o Google diz que seus clientes aceitam as condições de que não haverá auditoria nos cliques.