As tentativas de roubo de dados, também chamadas de phishing (de pescaria, em inglês), são mais frequentes no Brasil que em qualquer outra parte da América Latina, apontam dados da empresa de segurança ESET.

Segundo relatório divulgado nessa terça-feira, 19, 16 bancos nacionais já tiveram suas páginas na web falsificadas.

De acordo com a empresa, as pesquisas apontam para três servidores como sendo os principais pontos de partida para a disseminação desses ataques. Ao todo foram identificados 63 sites falsos com terminações “br” e “gov.br”.

“Os criminosos virtuais do Brasil estão muito focados no roubo de credenciais bancárias. A grande maioria dos ataques é projetada para esta finalidade”, disse Pablo Ramos, especialista da ESET.

Para Ramos, o tamanho do país e o grande número de usuários que acessa serviços de home banking são os principais motivos para tornar o mercado brasileiro um alvo desse tipo de ataque.

A empresa alerta que as páginas falsificadas são muito similares e facilmente podem enganar um usuário desatento.