O ataque aos computadores da Google, que aconteceu em dezembro, afetou seu sistema de senhas Single Sign-On, afirma o jornal The New York Times, citando uma fonte próxima à investigação.

De acordo com a notícia publicada nesta terça-feira, , as senhas não foram roubadas e a Google reforçou sua segurança a tempo.

O ataque foi revelado pela empresa em 12 de janeiro em seu site e classificado como "altamente sofisticado e com alvo em nossa estrutura corporativa, originário da China, que resultou no roubo de propriedade intelectual do Google".