A NeoAssist e o portal Reclame Aqui fecharam parceria para gerenciamento da reputação online.

Todas as reclamações realizadas dentro do site são integradas automaticamente à plataforma de atendimento da NeoAssist. As empresas poderão acompanhar o que se diz sobre a marca no portal.

Entre os recursos estão o histórico do cliente que reclama através do site, junto às dúvidas via atendimento por chat, telefone ou e-mail, e ainda podem ser gerenciadas pelo módulo de Workflow.

Segundo a NeoAssist, será possível escalonar diversas áreas na empresa para determinado atendimento, que poderão verificar o motivo da reclamação, achar os pontos falhos e dar resposta ao SAC para que este comunique a resposta ao cliente via Reclame Aqui.

A parceria é extremamente estratégica, de acordo com Albert Deweik, Diretor de Vendas da NeoAssist.

“O atendente é imediatamente notificado após uma reclamação ser publicada. Ao clicar na reclamação ele vê os dados, podendo interagir de forma a minimizar os problemas”, afirma Deweik.

Outro ponto destacado pelo executivo é é a unificação do histórico do cliente. Dessa forma, quando a reclamação é recebida, o atendente tem a possibilidade de ver todo histórico de contato do consumidor com a empresa, independente do canal.

Com estes dados, o gestor é capaz de verificar, por exemplo, se a reclamação no site foi gerada por demora na resposta para o cliente ou até por ter fornecido alguma informação errada.

Com 5 milhões de visitas mensais e índice de solução de problemas de 72%, o site Reclame Aqui virou referência para consumidores que se sentem lesados e chama atenção de promotores públicos e investidores.

O site nunca deu lucro, tendo custado R$ 700 mil dos sócios até o meio do ano, já que o internauta não paga pelo serviço, e as doações voluntárias nunca passam de R$ 25 mil no mês.

Parte do orçamento baixo se deve ao clima do site, recheado de críticas a empresas, e com regras rígidas para anunciantes,que devem ter índice "bom" ou "ótimo" no ranking do site.

Em julho, a empresa chegou a receber ofertas de compra de um grupo japonês, através da aquisição de parte da holding que controla o Reclame Aqui.

Não foram dadas informações sobre detalhes financeiros da parceria com a NeoAssist.