http://www.flickr.com/photos/laughingsquid/986542579/

Uma enxurrada de reclamações inundaram o Facebook.

O dilúvio foi deflagrado pelo aplicativo para iPhone da rede social. Segundo usuários, quedas, mensagens não entregues e falta de atualização de perfis são alguns dos problemas enfrentados recentemente.

As falhas geraram várias classificações negativas na página do app na App Store, da Apple.

De acordo com o jornal Financial Times, o aplicativo do Facebook para iPhone está entre os mais baixados nos aparelhos da Apple desde 2008, quando foi lançado. Hoje, são 84 milhões de usuários ativos, respondendo por quase metade da população total de usuários do smartphone da Apple.

Foram 20 mil avaliações desfavoráveis nos Estados Unidos, contra 4 mil positivas.

No Reino Unido, os usuários descreveram as falhas de performance como diabólicas e terríveis, descreve o Financial Times.

Segundo a publicação, o sofrimento dos usuários pode ter razões maquiavélicas.

O Facebook estaria “tirando o pé” do aplicativo para iPhone, em detrimento de uma aplicação móvel em desenvolvimento na linguagem HTML5, última versão do código fundamental da internet.

Sabotar o próprio produto entre um grande número de early adopters, no entanto, pode ser arriscado. O Financial Times destaca que o Google +, novo concorrente da gigante de buscas no mundo social, já tem um app para iPhone, que foi recebido com louvor pelos usuários.

“Ainda bem que tem o Google+, não preciso mais do Facebook”, teria escrito um usuário revoltado.

Uma correção deve ser liberada nessa semana, diz o jornal.

Leia a matéria completa do Financial Times (em inglês) nos links relacionados abaixo.