A Adobe abandonou os investimentos em uma ferramenta de software que permitiria aos desenvolvedores aplicar o Flash nos aparelhos da Apple.

A informação foi confirmada pela empresa à revista Wired na quarta-feira, 21.

"O principal objetivo do Flash sempre foi habilitar a plataforma e desenvolvimento para múltiplos navegadores. Isto é exatamente o oposto do que a Apple quer”, afirma o gerente de produtos da Adobe, Mike Chambers.

Ainda segundo o executivo, a empresa de Steve Jobs deseja “amarrar os desenvolvedores sob sua plataforma e restringir suas opções para tornar difícil para os desenvolvedores mirarem outras plataformas".

Steve Jobs já chamou a Adobe de preguiçosa por não utilizar o potencial que tem para fazer coisas interessantes. O CEO afirmou ainda que o Flash não tem futuro com a chegada do HTML 5.