O acesso à banda larga custa dez vezes mais no Brasil do que em países desenvolvidos, segundo estudo divulgado na segunda-feira, 26, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

De acordo com o levantamento, na renda mensal dos brasileiros o gasto médio com banda larga custava, proporcionalmente, 4,58% do valor total per capita de 2009. Já nos países desenvolvidos o índice esteve em torno de 0,5% no mesmo período.

O alto preço do serviço está ligado, afirma o Ipea, ao baixo nível de competição, carga tributária elevada e baixa renda da população.

Para melhorar o acesso à banda larga, o Ipea defende a mudança da Lei Geral de Telecomunicações, que posiciona a internet como serviço agregado à telefonia, além de redução das desigualdades regionais, de lacunas no mercado e de carga tributária.

Raio X
O Brasil tem uma média de conexão de 1 Mbps, enquanto países como Japão e Coreia têm conexões de 100 Mbps. Na divisão por velocidade de conexão, 34% das residências têm até 256 Kbps, enquanto 20% apresentam conexão entre 256 Kbps e 1 Mbps. Outros 15% possuem conexões entre 1 e 2 Mbps.

Conexões entre 4 e 8 Mbps ou acima disso correspondem a apenas 2% da população. Outros 23% não souberam responder as velocidades.

O estudo completo está disponível no link relacionado abaixo.