O diretor comercial da Locaweb, Alex Glikas, causou problemas para a empresa neste domingo, 28, ao postar tweets provocando a torcida do São Paulo, que perdeu o clássico paulista para o Corinthians por 4x3.

A situação foi agravada pelo fato da Locaweb ter assinado um patrocínio de duas partidas com o São Paulo, o que gerou revolta na torcida do tricolor paulista. O provedor de hospedagem mantém ainda um camarote no Morumbi.

Em uma das provocações, logo depois do segundo gol corintiano ocasionado por uma falha do goleiro são-paulino Rogério Ceni, o diretor escreveu: “Sou fã do Rogério, se continuar assim está ótimo! Chupa bambizada! Isso aqui é Locaweb”. A seguir, postou outra vez: “Vamos Locaweb! Chupa bambizada!”.

Depois da tremenda repercussão negativa - 2 mil mensagens em duas horas - Glikas apagou as mensagens e escreveu: “Parabéns São Paulo e parabéns Corinthians pelo belo clássico!”.

Àquela altura, no entanto, screenshoots dos tweets polêmicos do executivo já circulavam pela Internet. O diretor comercial da Locaweb tem pouco mais de 300 seguidores.

Ainda no domingo, 28, a Locaweb emitiu um comunicado oficial de desculpas em seu blog, assinado pelo diretor de Marketing Cláudio Gora. A postagem teve a caixa de comentários fechada.

“Infelizmente, um funcionário da Locaweb , no calor de sua paixão, se manifestou de maneira equivocada sobre o resultado do jogo entre São Paulo e Corinthians , dando a muitas pessoas a impressão de que a sua opinião pessoal era a opinião institucional da empresa”, afirma a nota, que garante que serão tomadas “medidas cabíveis” em relação ao fato, sem esclarecer quais.

Até o momento, a companhia não comunicou se Glikas será demitido. O tamanho da mancada do executivo é tamanha que já circula pela Internet o rumo de que os tweets seriam um viral da Locaweb.

Estratégia
Além do patrocínio no clássico, o contrato da Locaweb com o São Paulo inclui também o jogo contra o mexicano Monterrey, pela Copa Santander Libertadores nesta quarta-feira, 31.

Não é o primeiro patrocínio pontual da Locaweb a uma equipe de futebol. Juventude, Figueirense, Ponte Preta e até o Veranópolis, do interior gaúcho, já receberam patrocínios da empresa de hospedagem, sempre em jogos televisionados contra adversários de maior porte.

O São Paulo é a exceção à regra, mas no momento está jogando sem nenhum patrocínio, após romper um contrato de 10 anos com a LG, que não quis aumentar de R$ 19 para R$ 30 milhões o valor da sua cota.