Notebooks apenas com o Internet Explorer 9 instalado foram esquecidos pelas ruas de São Paulo.

A ação, promovida pela Microsoft, é uma tentativa de divulgar o navegador, lançado neste mês pela empresa, em campanha criada pela JWT e realizada pela Bullet, chamada de #NotebooksPorAi.

Paradas de ônibus, praças, escadarias e bares são os pontos de “esquecimento” dos equipamentos, deixados em cada local com uma conexão à internet via 3G. Câmeras instaladas nos locais capturaram as reações dos usuários, sem que eles percebessem.

Teve até um notebook que foi roubado, como mostra o vídeo institucional da ação (veja abaixo).

“Proporcionamos uma experiência imediata e inesperada para as pessoas que passavam pelos locais”, explica Rodrigo Toledo, diretor de negócios da JWT.

Campo de batalha: marketing
Dando uma leve provocada nas ações de divulgação da Mozilla, desenvolvedora do Firefox, que costuma convocar seus usuários a fazer downloads da novas versões do navegador, a MS diz que a ação foi uma forma de divulgar o produto “sem precisar pedir nada para ninguém”.

Nas suas 24 de estreia, as novas versões navegadores da MS (IE9) e da Mozilla (Firefox 4)tiveram, respectivamente, 2,3 milhões e 4,7 milhões de downloads.

Vitória para a Mozilla, mais uma vez – em 2008, no FF3, a fundação entrou para o livro dos recordes com 8 milhões de downloads em um dia.

Considerado o histórico, a Mozilla geralmente mobiliza mais os seus usuários.

Por exemplo, em 2006, alunos de uma universidade no Oregon (Estados Unidos) desenharam o logo do navegador em um uma plantação de milho. A ação foi uma comemoração aos 5 milhões de downloads do programa.

Segundo dados da NetApplications para o mês de fevereiro de 2011, o Internet Explorer é o navegador mais utilizado no mundo, com 56,77% de market share. Completam a lista dos cinco mais acessados o Firefox (21,74%), Chrome (10,93%), Safari (6,36%) e Opera (2,15%). A lista considera todas as versões do navegador, e não apenas os últimos lançamentos.

Assista, abaixo, o vídeo de divulgação da ação da Microsoft.