Acaba de iniciar operações o Tapix, rede social voltada a investidores.

A plataforma de microblog, focada na troca de informações e contato entre pessoas interessadas em investir no mercado financeiro, agrega recursos como análises gráficas, redes neurais e outras ferramentas para previsão de tendências de ativos.

“A rede possui agentes e algoritmos que interagem com usuários e analisam as informações para calcular em tempo real a percepção de mercado da comunidade Tapix”, informa Marcelo Mayworm, co-fundador da companhia.

A plataforma também permite o compartilhamento de gráficos, imagens, links e relatórios anexados às mensagens.

“Ao compartilhar mensagens em canais representados pelos códigos dos ativos negociados em mercado e utilizando o conceito do símbolo "$", seguido pelo código do ativo (ex: $PETR4) de uma empresa listada na Bovespa, os usuários ajudam o Tapix a rastrear e analisar o sentimento da comunidade em relação a um ativo”, destaca Matheus Rizzo, outro fundador da startup.

Já Olivier Smadja, também co-fundador do projeto, ressalta que, a partir das análises postadas e comparadas com o fechamento do mercado, a rede cria um ranking de usuários.

"Sempre que um usuário sugere uma tendência de alta ou baixa para um ativo o Tapix mensura se a sugestão enviada de venda ou compra a um determinado valor foi atingida durante o pregão corrente, adicionando pontos ao usuário e sua classificação no ranking", explica o executivo.

No ranking, fica disponível a qualidade e quantidade das sugestões enviadas pelos usuários do Tapix.

Estas análises, segundo Mayworm, podem servir como parâmetro para auxiliar os investidores na decisão de compra, venda ou manutenção de ativos no mercado.

Além disso, a rede social mostra as ações com tendência de alta ou baixa de acordo com as informações da comunidade.

“O lançamento do Tapix pode contribuir para o processo de ingresso de mais brasileiros no mercado de ações”, ressalta o empreendedor.

O Tapix permite, ainda, o envio de mensagens por meio de e-mail ou sms e direcionamento para outras redes sociais, como: Twitter, Facebook e LinkedIn.

O acesso é gratuito.

Segundo Mayworm, está nos planos dos fundadores a oferta de funcionalidades pagas, mas ainda não há mais detalhes sobre isso.

“É importante ressaltar que o Tapix não mantém e não tem acesso a informações privilegiadas ou de conteúdo privado e possui política de privacidade e segurança de informação”, explica o executivo.