O surgimento de microfranquias está aumentando no país e pode multiplicar as oportunidades para os investidores de pequeno porte, é o que informa o site Exame.com.

As franquias de baixo investimento, como são definidas pelo Sebrae, demandam investimentos de até R$ 50 mil.

Hoje, 80 companhias brasileiras possuem mais de 2 mil franqueados entre os 27 estados do país.

Conforme a Exame, essas empresas representam quase 5% do total de franqueadores nacionais.

Além disso, o faturamento do setor cresceu cerca de 25% no ano passado.

“As franquias abaixo de R$ 50 mil crescem muito por ser uma oportunidade de negócio para a classe C, que está em ascensão. É uma boa forma de iniciação para o empresário”, afirma o diretor-executivo da ABF, Ricardo Camargo.

Em 2011, a expectativa é que o volume dos negócios seja mantido.