A brasileira Gerdau deu um salto de posição no ranking  WorldSteel Association (WSA), saindo do 13º lugar para a décima posição numa lista de 46 fabricantes de aço com volume anual acima de 3 milhões de toneladas.

Segundo o Valor Econômico, a fabricante, que completou 110 anos de atividades em maio, subiu três posições ao obter uma produção de 18,7 milhões de toneladas.

No ranking, estão à frente da Gerdau a líder mundial ArcelorMittal, com 98,2 milhões de toneladas, seguida pela chinesa Baosteel, com 37 milhões de toneladas, além da sul-coreana Posco, as japonesas Nippon Steel e JFE, a chinesa Jiangsu Shagang, a indiana Tata Steel, a americana U.S. Steel e a Ansteel, também chinesa.

Entretanto, a brasileira superou as companhias ThyssenKrupp, Riva, Nucor, Sumitomo, Wuha, Shougang, Severstal e Evraz.

A Gerdau, com capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas, opera em 14 países nas Américas, Europa e Ásia, com uma joint venture na Índia, sendo que a maior parte da produção da companhia sai de fábricas instaladas no Brasil e nos Estados Unidos.

O grupo, que iniciou sua internacionalização em 1980 pelo Uruguai, é o segundo maior produtor de aço bruto do Brasil com cerca de um quarto da produção total de 2010.

De acordo com o Valor Econômico, a fabricante obteve um faturamento de R$ 35,6 bilhões em 2010 e prevê investimentos de R$ 11 bilhões, na maior parte no país, até 2015.