A IDC revisou e ampliou suas previsões para o mercado brasileiro de TI em 2010. A consultoria, que inicialmente esperava um crescimento de 8,1% para o setor no país, agora prevê expansão de 15%.

No ano passado, conforme relatório da IDC, a TI brasileira movimentou cerca de US$ 28,1 bilhões.

Já este ano, a projeção da consultoria é que o país responda por 2,1% dos gastos globais com TI, ficando em 9º colocado na lista dos dez países que mais investem nesta área.

Até 2014, a IDC prevê que o Brasil irá movimentar US$ 18 bilhões em receitas de TI. Deste total, a maior parte virá do segmento corporativo, especialmente da oferta de serviços relacionados a cloud computing.

Já no setor de consumo doméstico, PCs e smartphones puxarão a expansão.