Seis editais da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs) foram  lançados nessa quinta-feira, 03, pelo governador Tarso Genro, totalizando R$ 29 milhões, destinados à pesquisa e inovação.

Dois documentos fazem parte do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Probic) e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação (Probiti).

O investimento do Probiti, que financiará 1.850 bolsas, é de R$ 432 mil e do Probic, que custeará100 bolsas, é de R$ 7,9 milhões, num período de 12 meses.

Outro é o Auxílio Recém-Doutor (ARD), que conta com um investimento de R$ 2 milhões, que procura facilitar a inserção de doutores com menos de três anos de formação.

Já o AOE  (Auxílio à Organização de Eventos), que tem como objetivo a realização de eventos científicos no Rio Grande do Sul, conta com um investimento de R$ 800 mil.

A novidade para este ano é o Pronem (Programa de Núcleos Emergentes), que funcionará em convênio com o CNPq e terá uma aporte de R$ 12,5 milhões. A intenção é apoiar atividades de pesquisa científica, tecnológica e inovação.