O Sistema Permanente de Acompanhamento das Receitas Tributárias – impostômetro –, atingirá R$ 500 bilhões em arrecadação de tributos pelos governos federal, estadual e municipal, na quarta-feira, 4 de maio.

Segundo o Estadão, a marca chega com 21 dias de antecedência. Em 2010, esse mesmo valor só foi alcançado em 25 de maio.

"Isso mostra que o problema das finanças públicas está mais do lado dos gastos e não da receita", afirmou Rogério Amato, presidente da Associação Comercial de São Paulo e da Facesp, ao Estadão.

Conforme o portal financeiro Info Money, com o total arrecadado até quarta-feira, seria possível pagar mais de 917 milhões de salários mínimos, comprar 2,3 bilhões de cestas básicas ou fornecer medicamentos para todos os brasileiros por 221 meses.

Além disso, o montante permitiria a construção de 24 milhões de casas populares, mais de 41 milhões de salas de aula equipadas, mais de 1,9 milhão de postos de saúde equipados ou criar mais de 10 milhões de postos policiais.

Para a pesquisa de arrecadação federal, o sistema utiliza informações da Receita Federal, Secretaria do Tesouro Nacional, Caixa Econômica Federal, Tribunal de Contas da União e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

O impostômetro foi inaugurado em 20 de abril de 2005 e está instalado no prédio da sede da Associação Comercial de São Paulo, e pode ser acompanhado na internet pelo link abaixo.