Donald Feinberg, vice-presidente do Gartner que previu a compra da Sun Microsystems pela Oracle, voltou a fazer suas apostas nas fusões de TI.

O novo vaticínio envolve a maior fabricante de computadores do mundo.

“A minha primeira opção de compra da HP seria pela SAP”, comentou o analista, para quem o negócio que faria sentido após um movimento de spin-off da divisão de computação pessoal (PSG) da fabricante de TI.

Na opinião de Feinberg, a aquisição agregaria uma base boa de equipamentos corporativos e um poderio considerável no que toca serviços ao portfólio da fabricante alemã.

O especialista não se mostra tão seguro com relação ao seu palpite dessa vez quando por ocasião do negócio Oracle/Sun.

Há alguns anos, ele opinou que a própria HP poderia entrar em um processo de fusão com a Microsoft.

Oracle no páreo
A semana passada se encerrou com o temor de uma oferta por outro player pela HP. A Oracle preocupou o conselho administrativo da fabricante.

Segundo a agência Bloomberg, a empresa chegou a contratar os serviços da consultoria Goldman Sachs para proteger suas ações de alguns investidores na transição para a nova presidência, sob o comando de Meg Whitman.

Leia a matéria completa sobre as declarações de Feinberg publicada no CRN nos links relacionados abaixo.