Os funcionários do Serpro completam 15 dias de greve nesta quarta-feira, 04.

A reivindicação é reajuste salarial de 8% para um ano, abono de R$ 2 mil e melhorias nas condições de trabalho. Já a empresa oferece reajuste de 5,53% e abono de R$ 1mil.

Além disso, o Serpro insiste em acordo para dois anos, o que foi rechaçado pelos grevistas.

De acordo com nota do Sindppd-RS a greve no Serpro no Rio Grande do Sul já atinge serviços prestados à população.

Em algumas unidades do interior, teriam sido afetados o acesso ao serviço de CPF e às informações do Imposto de Renda. A internet na rede também estaria lenta.

Além do Rio Grande do Sul, a paralisação atinge outros 10 estados, como Paraná, Santa Catarina, Pará, Ceará, Bahia e Pernambuco, além do Distrito Federal.