Tamanho da fonte: -A+A

A Fapergs - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul divulgou na quarta-feira, 06, sua nova dotação orçamentária de R$ 25 milhões.

Os recursos da fundação - que atua em três grandes frentes: formação de recursos humanos, fomento ao intercâmbio científico e tecnológico e fomento à pesquisa - tem a proposta de auxiliar projetos principalmente no setor da saúde, ciências da vida, energia, indústria naval e agrícola.

De acordo com o presidente da Fapergs, Rodrigo Costa Mattos, a fundação passa em 2010 por um novo momento. " Este é um novo cenário, comparado aos anos de dificuldades enfrentados. A comunidade científica está vivendo um impulso para a pesquisa, a tecnologia e a inovação", destacou. Só este ano os primeiros editais para a pesquisa totalizaram R$ 8 milhões.

Além disso, a oferta de Bolsas de Iniciação Científica dobrou de 500 para 1 mil, o Programa de Apoio a Grupos de Excelência em Pesquisa compreende recursos de R$ 30 milhões e o edital para o Programa Pesquisador Gaúcho soma R$ 7 milhões para todas as áreas do conhecimento.

A falta de recursos para a entidade de incentivo a pesquisa é assunto antigo. Em 2003, pesquisadores gaúchos entregaram 3,5 mil assinaturas pedindo recursos para o órgão, que na época tinha metade da receita do ano comprometida com dívidas de 2002.