Uma pesquisa do CMO Council e da Accenture jogou um pouco de luz sobre uma briga cotidiana em muitas empresas. Quem manda na estratégia de marketing digital, o departamento de TI ou marketing?

A surpreendente – ou não – conclusão é os dois acham que mandam.

Enquanto 58% dos profissionais de TI afirmaram estar liderando ou delineando a estratégia digital, só 19% dos profissionais de marketing disseram reconhecer que TI é a responsável por essas decisões.

Outros 69% dos executivos de marketing declararam serem eles os responsáveis por esse planejamento.

“A importância do marketing digital e de integrar os canais online e offline é reconhecida, mas as empresas precisam dar um passo à frente para alinharem as estratégias entre as áreas de marketing e TI”, disse Tim Breene, líder do Accenture Interative.

Dos 320 profissionais de marketing entrevistados, 64% disseram que a implementação de novas soluções tem sido um desafio e 46% revelaram que o marketing não é uma prioridade para os profissionais de TI.

Do lado dos 300 executivos de tecnologia, 39% disseram que o marketing toma um atalho e trabalha diretamente com o fornecedor e 31% disse que a área impede o progresso tomando o controle do processo e isolando a TI da escolha de soluções de marketing, estratégia ou implementação.

Quase um terço (30%) reconheceram que falta tempo e recursos para auxiliar o marketing.

Ambos os lados concordam, no entanto, que as companhias estão despreparadas para uma boa estratégia de marketing digital.

Só 8% dos profissionais de marketing e 6% dos de TI disseram acreditar que dados e a análise informações são completamente integrados, enquanto aproximadamente um terço (29% de marketing; 27% de TI) afirmaram ter dificuldades em unir as capacidades analíticas críticas ou acreditam que elas não estão integradas.

Outra coincidência é que 78% dos profissionais de marketing e 68% dos de TI pensam que o marketing digital é importante para suas organizações. No entanto, respectivamente, apenas 35% e 10% disseram que suas companhias estão “profundamente comprometidas e investiram” na área.

A situação parece causar mais problemas para o marketing: 64% dos executivos de marketing e 48% dos de TI disseram ter tido problemas ou desafios na implementação de soluções de marketing ou projetos de TI para melhorar a eficiência da área.

As áreas de TI e marketing não parecem preparadas para capitalizar os investimentos uma vez que eles tenham sido feitos. Fundos insuficientes (citado por 59% dos executivos de marketing) e falta de entendimento das oportunidades pelos gestores (46% dos executivos de TI) são apontados como problemas primários pelos entrevistados.

Uma versão resumida gratuita está disponível link relacionado abaixo. O estudo na íntegra sai por US$ 199.