J&F compra Matone

14/03/2011 16:47

A J&F Participações, que controla a processadora de carnes JBS AS, acaba de comprar o gaúcho Banco Matone.

Segundo comunicado distribuído nesta segunda-feira, 14, em São Paulo, a J&F terá 60% da holding que controlará o banco - o Grupo Matone fica com os 40% restantes.

Ainda conforme o comunicado, o Banco JBS terá um aporte de R$ 200 milhões da J&F, enquanto o Banco Matone terá aporte de até R$ 100 milhões.

Tamanho da fonte: -A+A

A J&F Participações, que controla a processadora de carnes JBS AS, acaba de comprar o gaúcho Banco Matone.

Segundo comunicado distribuído nesta segunda-feira, 14, em São Paulo, a J&F terá 60% da holding que controlará o banco - o Grupo Matone fica com os 40% restantes.

Ainda conforme o comunicado, o Banco JBS terá um aporte de R$ 200 milhões da J&F, enquanto o Banco Matone terá aporte de até R$ 100 milhões.

Com a compra, a J&F se fortalece no setor financeiro, especialmente na área de crédito pessoal.

Com sede em Porto Alegre, o Matone é focado em crédito consignado, enquanto o Banco JBS é especializado em empréstimo agropecuário.

Juntos, os dois bancos têm R$ 2,5 bilhões em carteira de crédito, volume que deve crescer para R$ 6 bilhões em um ano e meio, segundo divulgado pela J&F, que projeta a aprovação do negócio pelo BC em um prazo de 90 dias.

Emerson Loureiro, presidente do Banco JBS, ficará no comando do banco após a fusão.
 

Veja também

Banco Matone: TI sob medida

O gaúcho Banco Matone ampliou sua estrutura de TI.

Foram adquiridos oito servidores R710 da Dell (Quad Core 2.6 Ghz e 64 Gb de memória), e um Storage Dell EMC CX4-240C com 1TB de discos sólidos e 13,5 TB de discos Fiber channel.

Resultado: aumento de 160% na capacidade de processamento, de 280% no armazenamento, 200% em performance de backup e 48% na economia de energia. O valor do investimento não foi revelado.

BB compra Banco Patagônia por US$ 479,6 mi

O Banco do Brasil já pode fechar a compra do Banco Patagônia, sexto maior banco da Argentina, cujas tratativas iniciaram no primeiro trimestre do ano passado.

O negócio de US$ 479,6 milhões foi aprovado pelo Banco Central argentino.

Na prática, o BB adquire 51% do banco argentino, bem como um lote de ações (quantidade não divulgada) por oferta pública obrigatória, devido à troca de controle.

Tunning acelera Matone
O Matone teve um ganho de 37% no tempo da rotina de fechamento mensal, através do projeto de tuning do banco de dados SQLServer realizado pela Advanced IT.

Especializada no desenvolvimento de sistemas e otimização de bancos de dados, a Advanced IT identificou rotinas que consumiam mais tempo no fechamento mensal, a sugestão de melhorias na escrita dos códigos, a limpeza de dados nas tabelas, backups e testes, entre outras.
Teradata faz segunda compra em três meses

A Teradata comprou 89% da Aster Data Systems, da qual já detinha os outros 11%.

A nova transação exigiu investimento de US$ 263 milhões, em dinheiro.

A Áster Data é especializada em tecnologia para coleta de informações de clusters de servidores de dados, como weblogs e stream de cliques.

Foi a segunda aquisição realizada pela Teradata desde janeiro.

Nice compra Cybertech e receita sobe US$ 25 mi

A Nice Systems, israelense especializada em tecnologia para gravação de voz em contact centers, acaba de comprar a Cybertech, fornecedora de soluções de conformidade de gravação e aplicações de valor agregado, por US$ 60 milhões.

Com a aquisição, a Nice fortalece sua atuação no mercado de PMEs, além de acrescentar US$ 25 milhões à receita já em 2011.

BuscaPé compra 70% da Navegg

O BuscaPé comprou 70% de participação na empresa de otimização de resultados na internet Navegg, informa o site da Exame nessa terça-feira, 15.

Fundada em 2009, no Paraná, a Navegg oferece uma ferramenta que desenha o perfil demográfico, interesses e intenções de compra dos internautas a partir do histórico de navegação do usuário.

Os serviços da empresa possibilitam a entrega de conteúdo e ofertas segmentadas aos perfis traçados.

Trend Micro compra para crescer em mobilidade

A Trend Micro, especializada em soluções de segurança, acaba de adquirir a Mobile Armor, focada em criptografia de dados e gerenciamento de dispositivos móveis.

A iniciativa expande o portfólio de proteção de dados da Trend Micro, com ofertas de criptografia para todos os tipos de dispositivos dentro da nuvem pública.

AOL compra o Huffington Post

A AOL vai desembolsar US$ 315 milhões pelo jornal digital The Huffington Post, que está nas mãos de seus dois cofundadores e de um grupo de investimentos.

Segundo o site do Valor, grande parte do montante – US$ 300 milhões – será pago em dinheiro.

Os conselhos das duas empresas já aprovaram a transação, que deve fechar no fim do primeiro trimestre deste ano ou no início do segundo trimestre.

Intermec compra Vocollect por US$ 190 mi

A Intermec, especializada em soluções integradas de tecnologia para transmissão de dados entre a cadeia de suprimentos, comprou a Vocollect, focada em ferramentas de captura de dados por meio de voz.

O negócio foi fechado por US$ 190 milhões.