Estudo do Ipea indica que as obras no Aeroporto Internacional Salgado Filho não ficarão prontas a tempo para a Copa do Mundo de 2014.

Segundo o documento, serão necessários 80 meses para a conclusão – ou seja, mais de seis anos.

O estudo “Aeroportos no Brasil: investimentos recentes, perspectivas e preocupações”, divulgado nessa quinta-feira, 14, indica que o Salgado Filho está em fase de orçamento do projeto, calculado em R$ 345,8 milhões.

O valor seria necessário para dar conta dos 9,8 milhões de passageiros que devem passar pelo terminal em 2014 – o número é 122% acima da capacidade estimada para o período (8 milhões).

Em 2010, a capacidade do Salgado Filho quatro milhões de passageiros.

Além do Salgado Filho, outros 10 terminais estão em situação crítica no Brasil.

Dos 13 aeroportos com investimentos previstos para a Copa de 2014, 10 não estariam em condições para a Copa, pois operariam acima de sua capacidade.

Outros três aeroportos (Manaus-AM, Campinas-SP e Galeão-SP) estariam em situação mais confortável, operando abaixo de 80% de sua capacidade.

A análise do plano de investimentos para os 13 aeroportos da Copa sugere que as obras foram planejadas com subdimensionamento da demanda futura. A Infraero pretende investir R$ 5,6 bilhões nesses aeroportos até o Mundial de Futebol.

Confira o documento divulgado pelo Ipea nos links relacionados abaixo.