A Berkshire Hathaway, fundo de investimentos de Warren Buffett, comprou  5,5% das ações da IBM em uma operação avaliada em US$ 10,7 bilhões.

 
O terceiro homem mais rico do mundo revelou o investimento em entrevista para a rede de TV especializada em finanças CNBC. 
 
As compras foram feitas entre o segundo e terceiro trimestre deste ano e representam uma parte significativa dos investimentos totais de Buffet. 
 
Só no terceiro trimestre a Berkshire Hathaway  injetou um total de US$ 23,9 bilhões na bolsa, segundo relatório divulgado na semana passada.
 
A aposta na IBM é uma mudança na estratégia de investimento de Buffet. O investidor, que evita a área de tecnologia, ficou conhecido por ter passado ileso pelo estouro da bolha ponto com em 2000, justamente por essa prática.
 
À CNBC, Buffett disse que sondou os departamentos de tecnologia de várias empresas de sua holding e constatou que a IBM era uma fornecedora confiável de serviços para elas.
 
"Trata-se de uma empresa que ajuda departamentos de TI a fazerem seu serviço", disse Buffett. "É complicado para uma empresa mudar de auditores, mudar de advogados, ou para departamentos de tecnologia se afastarem da IBM”, analisou.