Globo e RBS terminam parceria em eventos

16/02/2012 17:51

A Globo e o Grupo RBS romperam a parceria com a GEO Eventos, da qual ambas eram proprietárias, segundo comunicado divulgado nesta quinta-feira, 16.

No comunicado, as companhias afirmam que a decisão visa a manter as companhias focadas em seus segmentos core business.

Além disso, a Globo informou que pretende montar uma plataforma de eventos, voltada a esportes, entretenimento e negócios.

Tamanho da fonte: -A+A

A Globo e o Grupo RBS romperam a parceria com a GEO Eventos, da qual ambas eram proprietárias, segundo comunicado divulgado nesta quinta-feira, 16.

No comunicado, as companhias afirmam que a decisão visa a manter as companhias focadas em seus segmentos core business.

Além disso, a Globo informou que pretende montar uma plataforma de eventos, voltada a esportes, entretenimento e negócios.

A RBS, por sua vez, terá uma divisão do gênero, mas com foco em educação executiva e congressos de alto escalão corporativo.

Com o fim da parceria, a RBS fica com a participação majoritária que a GEO detinha na HSM, que hoje foca o nicho visado pelo grupo gaúcho na área de eventos.

Já a Globo vai manter o capital da GEO e demais ativos.

O comunicado esclarece que o fim da parceria entre as duas empresas se dá apenas na área de eventos.

Ou seja: em todos os outros campos em que mantêm parceria, como na área de transmissão, em que a RBS atua como afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, nada muda.
 

Veja também

Grupo RBS inaugura sede em Florianópolis

A RBS investiu R$ 8,5 milhões para reorganizar as operações em Florianópolis em uma só sede.

O local reunirá os jornais Diário Catarinense e Hora de Santa Catarina, os portais ClicRBS, DC Online e Hora.com.br, a empresa de marketing jovem Kzuka, a transportadora Vialog.

Ex-Google é novo VP no Grupo RBS

Deli Matsuo, que foi diretor de RH do Google para a América Latina de 2006 a 2010, acaba de assumir como vice-presidente de Gestão e Pessoas do Grupo RBS.

No Google, Matsuo comandava os recursos humanos latino-americanos a partir do escritório no Vale do Silício. Antes disso, também atuou na empresa em projetos no Japão.

Grupo RBS adquire participação na Hi-Mídia

A RBS anunciou a compra de uma participação na agência de mídia digital carioca Hi-Mídia.

Em nota divulgada nesta quinta-feira, 27, o grupo gaúcho não revela o valor nem o tamanho da participação adquirida.
 
A Hi-Mídia tem um inventário de 450 sites especializados, nos quais vende ferramentas tecnológicas para a alta segmentação de publicidade.

Grupo RBS contrata VP da Telefônica

Fabio Bruggioni, vice-presidente do Grupo Telefônica, é o novo CEO de internet e mobile do Grupo RBS.

O executivo inicia suas atividades a partir de 2 de maio, e será membro da Diretoria Executiva, reportando-se ao Vice-Presidente Executivo, Eduardo Sirotsky Melzer.

Nos próximos meses, o executivo comandará o lançamento de uma nova empresa, que terá sede em São Paulo e atuação nacional, com foco no mundo digital. Não foram dados mais detalhes sobre a nova empresa.

Grupo RBS é sócio na HSM Educação

O Grupo RBS e a BR Investimentos se associaram para criar a HSM Educação S.A., com participação societária de 50% para cada grupo.

A nova empresa terá sede em São Paulo e administração independente dos sócios.

Com a sociedade, o Grupo RBS, terceira maior empresa de mídia do Brasil, entra no segmento da educação.

Rede Globo lança aplicativo para iPad

A Digital Pages desenvolveu o primeiro produto para iPad da Rede Globo.

O documentário ‘Coração Centenário’, em homenagem aos cem anos do Corinthians, foi o escolhido para marcar a entrada definitiva da emissora nos projetos multimídia. A partir desta sexta-feira, 17, o aplicativo para iPad já estará disponível gratuitamente na loja da Apple. O projeto será lançado também para iPhone.

Rede Globo implementa Elipse E3
Com o objetivo de otimizar a operação de recepção de sinais na central do Rio de Janeiro, a TV Globo implementou o E3, solução de supervisão e controle de processos desenvolvida pela gaúcha Elipse Software.

A implantação contou com a participação da integradora ADKL Zeller Eletro Sistemas, que foi responsável pelo desenvolvimento do projeto.
Netflix terá parceria com Globo, diz jornal

O Netflix está trabalhando numa entrada entrada com força na América Latina, revela o jornal norte-americano Financial Times nessa segunda-feira, 09.

Segundo a publicação, a empresa, que trabalha com a locação de filmes e séries de TV, estaria prestes a anunciar acordos com empresas como a rede Rede Globo para transmissões por streaming online de novelas da transmissora, por exemplo.

ClickOn vende 40% e ganha força da Globo

A Mosaico,  empresa de investimentos em negócios de Internet das Organizações Globo, comprou 40% do site de compras coletivas ClickOn.

Este é o  quarto investimento da Mosaico, que já fez aportes no site de viagens Mundi, na Gazeus, desenvolvedora de jogos online em redes sociais, e no site Zoom, voltado para apoio a compras, que será lançado oficialmente no segundo semestre

Globo recruta afiliadas para briga na web

A Rede Globo quer chegar a 12 portais regionais de afiliadas numa única plataforma, ainda em 2011.

Unir as retransmissoras faz parte da estratégia da matriz para ter mais força na briga por espaço na internet, onde compete com portais como UOL e Terra, na oferta de conteúdos diversos.

Globo cobra taxa social dos anunciantes

Divulgar o endereço do Twitter ou do Facebook em comerciais de TV vai ficar mais caro se a emissora for a TV Globo.

Segundo o site da Exame, a empresa teria enviado um informe ao mercado publicitário notificando da cobrança de uma taxa extra das anunciantes caso a URL dos perfis nesses sites – incluindo também o Orkut – surgisse no comercial.

Post publicado na última quinta-feira, 17, no blog Eu te Disse, relata que o comunicado foi remetido via filiais.

Embratel compra NET, mas Globo controla

A Embratel ampliou sua participação na NET, com uma compra que lhe rendeu 91% da companhia de TV a cabo.

Apesar da aquisição de novos 21,8% das ações ordinárias da NET, a Organizações Globo segue no controle da empresa, devido a uma restrição legal.

As ações compradas pela Embratel são as que restaram da oferta pública de aquisição (OPA) realizada na Bovespa em outubro de 2010.

Globo.com investe R$ 1 mi em Citrix OpenCloud

A Globo.com, braço tecnológico das Organizações Globo, investiu R$ 1 milhão em um projeto de cloud computing. A empresa adotou a plataforma Citrix OpenCloud.

O projeto foi iniciado há dois anos, com o mapeamento dos processos e fluxos de trabalho, mas a migração começou há seis meses. Conforme Marco Sinhoreli, responsável da Globo.com pelo projeto, foram consolidados 100 servidores físicos em duas caixas de servidores blade.