O mercado melhorou os prognósticos para o crescimento econômico brasileiro neste ano e no próximo, além de reduzir o cenário de inflação para os dois anos, segundo o relatório Focus divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira, 16.

A estimativa para o PIB em 2009 aumentou para expansão de 0,21%, ante os 0,20% previstos na semana passada.

Já para 2010, o cenário foi revisto para crescimento de 5%, ante os 4,83% anteriores.

A previsão para a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano caiu para 4,26%, valor que ficava em 4,27% na semana anterior. Para o ano que vem, o prognóstico caiu de 4,46% para 4,41%.

A meta de inflação de 2009 e de 2010 tem centro em 4,50 por cento e tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo, informa a Reuters.

Os cenários para a taxa Selic em 2009 e em 2010 ficaram estáveis, em 8,75% e 10,50%, respectivamente, assim como as perspectivas para a taxa de câmbio, em R$ 1,70 no fim de 2009 e R$ 1,75 no encerramento de 2010.