Foto: Divulgação

Santa Catarina terá R$ 230 milhões em investimentos para a criação de oito Institutos de Tecnologia e dois de Inovação no estado.

O anúncio dos recursos foi feito nessa semana, em Brasília.

Entre os centros, a TI tem o foco principal. Serão criados núcleos de eletroeletrônica (Jaraguá do Sul), logística (Itajaí) e automação e tecnologia da informação (Florianópolis).

Os centros fazem do Programa Senai de Apoio à Competitividade da Indústria Brasileira.

Em todo o país, o Programa terá investimentos da ordem de R$ 1,9 bilhão, dos quais R$ 1,5 bilhão provenientes de financiamento do BNDES.

No caso de Santa Catarina, R$ 130 milhões serão de recursos do Senai Nacional, incluindo o financiamento do BNDES, e outros R$ 100 mil com recursos próprios.

A atuação será corporativa e em rede, ou seja, envolverá todas as unidades da instituição.

TI e Inovação
O R$ 1,9 bilhão investido em todo o país será focado na criação de 23 Institutos de Inovação e 38 Institutos de Tecnologia, na construção de 53 centros de formação profissional e na aquisição de 79 unidades móveis, além da modernização das atuais unidades.

O objetivo é duplicar o número de matrículas, alcançando, em 2014, 4 milhões de matrículas anuais.

Os 38 Institutos Senai de Tecnologia (IST) oferecerão às empresas serviços técnicos e tecnológicos estruturados e abrangentes, que incluem metrologia, ensaios e testes laboratoriais para atestar ou elevar a qualidade dos produtos brasileiros.

Já os Institutos Senai de Inovação (ISI), que atuarão em rede e integrados com os Institutos de Tecnologia, serão aliados das empresas no desenvolvimento integrado de produtos, processos, pesquisa aplicada, solução de problemas complexos e antecipação de tendências tecnológicas.

Essas unidades também formarão pessoal qualificado para gerar conhecimento e desenvolver tecnologias que atendam às necessidades atuais e futuras da indústria.

Com atuação transversal que atenderá a todos os setores da indústria e às demandas específicas de cada região do país, os Institutos Senai de Inovação serão focados em oito áreas do conhecimento.

Todo o processo de implantação, certificação e avaliação do trabalho dos ISI serão acompanhados pelo Instituto Fraunhofer, da Alemanha, instituição que congrega 60 centros de pesquisa em todo o mundo e presta serviços para importantes indústrias alemãs da área da tecnologia.