A catarinense Tupy assinou compromisso para aquisição de duas fundições no México, Cifunsa Diesel e Technocast, controladas pelo Grupo Industrial Saltillo (GIS).

O negócio envolve recursos da ordem de US$ 439 milhões.

Subsidiária da norte-americana Caterpillar Inc, a Technocast tem empreendimentos nas cidades de Saltillo e Ramos Arizpe.

Essas unidades produzem blocos e cabeçotes de ferro fundido utilizados na fabricação de motores para veículos de passeio e comerciais, máquinas agrícolas e de construção e motores estacionários.

“Encontramos na Tupy um comprador com capacidade técnica reconhecida e que, sem dúvida, irá expandir os negócios e promover o desenvolvimento das duas unidades”, disse Alfonso González Migoya, presidente do conselho e diretor geral do GIS.

Uma vez concretizadas as aquisições, a Tupy, que já tem presença destacada entre os fornecedores do mercado automotivo global, será a maior fabricante de blocos e cabeçotes de ferro fundido do mundo.

“A internacionalização nos permitirá diversificar os negócios da companhia e fortalecer nossa presença global”, disse Luiz Tarquínio Sardinha Ferro, presidente da Tupy.

Apesar dos passos para atuar fora do país, a empresa segue com planos de investimento no Brasil. A empresa já destinou R$ 500 milhões, nos últimos três anos, às plantas de Joinville e Mauá.

Fundada em 1938, em Joinville, Santa Catarina, Região Sul do Brasil, a Tupy tem capacidade para produzir 500 mil toneladas anuais de produtos em ferro fundido, em dois parques fabris: um em Joinville e outro em Mauá, no estado de São Paulo.

O faturamento líquido da Tupy, em 2010, foi de R$ 1,87 bilhão e o lucro líquido de R$ 154,4 milhões. Ela emprega atualmente nove mil pessoas e exporta metade de sua produção para cerca de 40 países.