Mais da metade (54%) do setor de TI tem relações profissionais baseadas na CLT.

Pelo menos é o que aponta uma enquete do Baguete Diário sobre o assunto encerrada nesta sexta-feira, 17.

Os contratos PJs somam 19% das respostas e o chamado CLT “Flex” no qual um valor base é declarado na carteira e outra parte paga por PJ somam 9%.

Os respondentes que se declararam empresários chegam a 18%.