A Vulcabras Azaléia pretende captar R$ 350 milhões na Bovespa.

A quantidade de ações da empresa em circulação no mercado, que hoje é de 8,79%, será elevada para 25%, visando atender às regras do Novo Mercado da Bovespa, informa o Valor Econômico.

A Vulcabras ainda não divulgou os números e o cronograma da operação, mas pretende apresentá-los ainda em janeiro.

A Vulcabras, que adquiriu a gaúcha Azaléia em 2007, é dona ainda das marcas Rebook, Olypikus e Dijean.

Outras empresas que planejam ofertas de ações são a Sonae Sierra, de shopping centers, e Arezzo, também de calçados. O valor total chega a R$ 1,7 bilhão.

Segundo o Valor Econômico, as companhias devem estrear na bolsa entre os primeiros dias de fevereiro.