Deu início às suas atividades nesta segunda-feira, 14, o projeto Negócio a Negócio do Sebrae, ação que busca assistir empresas com até quatro funcionários. A ação será executada por cerca de mil acadêmicos das universidades do estado, de 12 diferentes regiões, e irá abranger cerca de 80 mil empreendimentos.

O objetivo do programa é promover cerca de 240 mil consultorias gratuitas em todo o estado, com um investimento previsto de R$ 10 milhões. O Sebrae/RS tem a proposta de ir ao encontro do empreendedor, prestando assessoria personalizada e fazendo um diagnóstico da situação da empresa, para que após esse primeiro contato, possa ser apresentado um plano de ação com alternativas de melhorias para o negócio.

A Unisinos, que foi umas das primeiras instituições a integrar o projeto, atuará como universidade coordenadora das ações desenvolvidas pelas outras instituições de ensino superior que fazem parte do programa. A instituição também terá o papel de executora: cerca de 100 alunos, 32 deles já capacitados pelo Sebrae/RS, farão um trabalho de campo.

“Nossa meta é atender 11,7 mil empresas dos Vales do Sinos, Caí e Paranhama, o que totaliza mais de 35 mil atendimentos até o final de outubro”, destaca Débora Oliveira da Silva, coordenadora regional do programa.

A segunda turma de agentes, que serão remunerados via bolsa de estudos, está em fase de seleção.  Há vagas para os alunos dos cursos de Administração, Comércio Exterior, Recursos Humanos, Administração Hospitalar, Gestão para Inovação e Liderança, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Engenharia de Produção, Logística, Gestão Financeira, Gestão Comercial, Gestão de Processos Gerenciais e Gestão de Recursos Humanos.

De acordo com Carlos Diehl, coordenador das universidades executoras, as pequenas empresas têm dificuldades de buscar apoio qualificado para melhorar seu desempenho, seja por carência de recursos, seja pela dificuldade do empreendedor, muitas vezes sozinho no negócio. "O projeto possibilita ao empresário acessar um apoio qualificado, gratuito, que o auxilia a elevar seu desempenho", avalia .

O projeto, que deve ser executado até outubro, faz parte de uma ação do Sebrae nacional.  Empresas interessadas em receber o atendimento, sem aguardar por uma eventual visita do programa, devem efetuar cadastro no site relacionado abaixo.