A farmacêutica norte-americana Pfizer anunciou nesta quarta-feira que vai adquirir 40% do laboratório brasileiro Teuto.

Com a compra, informa a agência Reuters, a empresa dos EUA busca ampliar seu portfólio de medicamentos genéricos no país.

A companhia fará um desembolso inicial de R$ 400 milhões e terá opção de apresentar oferta pelos 60% restantes do laboratório no início de 2014. Os acionistas do Teuto poderão vender sua fatia de 60% apenas a partir de 2015.

Segundo a Pfizer, a operação deve ser concluída até o final do quarto trimestre deste ano.

Com uma participação tímida na venda de medicamentos para farmácias e distribuidores (cerca de 1%), a Teuto passou a chamar mais a atenção dos concorrentes nos últimos tempos. No início do ano, diz o jornal Estado de S. Paulo, pelo menos três laboratórios (Pfizer, Aché e GlaxoSmithKline) analisaram a possibilidade de compra ou associação com a empresa de Anápolis (GO), com faturamento de R$ 280 milhões em 2009.