A Advocacia-Geral da União (AGU) tem uma nova estratégia para recuperar verbas desviadas dos cofres federais por administradores públicos: e-mail.

Segundo o jornal Valor Econômico, prefeitos, ex-prefeitos e empresas estão na mira.

Por meio do que batizou de "conciliação virtual", o órgão está negociando dívidas de até R$ 100 mil, reconhecidas em julgamentos realizados pelo TCU. O projeto foi iniciado em junho, em São Paulo, e deve ser estendido para todo o país.

Com conciliações - a maior parte delas ainda feita por meio de audiências -, a União já conseguiu recuperar aproximadamente R$ 20 milhões neste ano.

De acordo com o jornal, 80% desse valor foi obtido com acordos em execuções de julgados do TCU.

Entre as vantagens da abordagem virtual estão mais gastos. O primeiro acordo fechado por meio de troca de mensagens evitou, por exemplo, o deslocamento de uma equipe da capital paulista até Votuporanga, na região noroeste de São Paulo.

O devedor era uma empresa.

Depois de receber uma notificação extrajudicial – em que constava um e-mail criado especialmente para as conciliações –, ela entrou em contato com a Procuradoria Regional da União da 3ª Região e solicitou um parcelamento da dívida, conta o Valor.

A ideia, de acordo com o advogado-geral da União, Luís Inácio Lucena Adams, é aplicar a conciliação virtual também à cobrança de créditos de autarquias e fundações federais.

Leia a matéria completa do Valor Econômico (para assinantes) nos links relacionados abaixo.