O Boticário acaba de adquirir uma parcela minoritária do capital do Grupo Scalina, detentor das marcas Scala e Trifil.

Com isso, a tradicional marca de cosméticos que tem sede em São José dos Pinhais entra também no mercado de moda íntima.

Os detalhes financeiros da transação não foram divulgados.

Em nota oficial enviada à imprensa, o presidente do Grupo Boticário, Artur Grynbaum, afirma que “a sociedade poderá contribuir para qualificar o know-how comercial do Grupo Scalina” e que ambas companhia irão compartilhar “experiência na operação de varejo e franchising”.

Além da rede O Boticário, o grupo de Grynbaum mantém também a Eudora, linha de negócios focada na venda direta de cosméticos.

Ao todo, são mais de 600 produtos no portfólio que reúne perfumaria, cuidados pessoais e maquiagem.

Conforme dados de seu website, o Boticário tem mais de 3.020 lojas no Brasil, divididas entre cerca de 900 franqueados.

A rede gera aproximadamente 16 mil empregos diretos e indiretos no país. No mercado internacional, está presente em sete países, com cerca de 100 pontos de venda e 65 lojas exclusivas.

Já o Scalina fechou, em agosto do ano passado, uma sociedade com o grupo global de private equity Carlyle, que possui US$ 153 bilhões de ativos sob gestão.

A empresa é, segundo dados próprios, a maior do segmento de moda íntima do país - só com a Trifil, administra 18 mil pontos de venda em todo o Brasil.