A Vale encerrou 2010 com lucro líquido recorde de R$ 30,1 bilhões.

Segundo o site G1, o resultado foi 42,6% superior ao registrado em 2008, de R$ 21,279 bilhões.

“Estamos vivendo nossos melhores dias. No entanto, dado o tamanho e a qualidade do pipeline de projetos de expansão em meio a um cenário de crescimento sustentável da demanda global por nossos produtos, acredito fortemente que dias ainda melhores estão por vir”, disse Roger Agnelli, presidente da companhia, em relatório da administração.

Entre os projetos que fortaleceram o crescimento orgânico da companhia estão o acréscimo de capacidade produtiva de 20 milhões de toneladas anuais na mina de Carajás; a operação de ferro-níquel de Onça Puma, no Pará; e a operação de cobre de Tres Valles, no Chile.

A Vale também bateu recorde de investimento no ano, alcançando US$ 12,7 bilhões, excluindo aquisições.

De acordo com o site, incluindo os US$ 6,7 bilhões investidos para financiar aquisições, o valor alcança US$ 19,4 bilhões.