O índice de empresários paranaenses com boas perspectivas para 2012, em relação à economia, é o menor dos últimos três anos, segundo a 16ª pesquisa “Sondagem Industrial”, da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep).

No estudo, 76,9% dos empresários entrevistados disseram ter expectativas positivas para o ano que vem, índice dez pontos percentuais menor do que o de 2010.

Para o levantamento, a Fiep ouviu 425 empresários de todas as regiões do Paraná.

Para a maioria, o motivo da expectativa negativa em relação à economia em 2012 é a crise europeia e seus respingos na economia global.

Em relação ao mercado interno, a maioria dos entrevistados (75,6%) destacou a carga tributária como maior percalço para a competitividade e crescimento das companhias.

A sondagem também revela que, entre os empresários que se dizem otimistas, 40,5% pretendem realizar novos investimentos em 2012 e, destes, 77% projetam fazê-lo com recursos próprios.

Dos investimentos, 48% tendem a ser destinados ao aumento de produtividade, informa a pesquisa, divulgada pela Revista Amanhã.

Além disso, 41,7% das indústrias paranaenses investirão em meios próprios de P&D, enquanto 10,3% vão optar por parcerias com universidades.