A polícia abriu inquérito para investigar o vazamento de óleo em uma das duas monoboias da Transpetro em Tramandaí, Litoral Norte do Rio Grande do Sul.

As investigações do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) se iniciaram nessa sexta-feira, 27, informa o G1.

No fim da tarde da quinta-feira, 26, o óleo chegou à orla de Tramandaí.

Cerca de 130 funcionários da Transpetro trabalharam durante toda a madrugada para retirar a areia contaminada na praia. Além da limpeza, a empresa instalou barreiras para evitar que mancha se alastre.

Segundo o Ibama, a mancha de petróleo na areia era de cinco quilômetros de extensão na quinta. Na água, a área atingida pelo do óleo chegava a três quilômetros.

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), órgão da Secretaria do Meio Ambiente do estado, ainda fará uma avaliação das condições de balneabilidade no local. O Ibama calcula que boa parte do óleo já tenha chegado à orla.

Foram 3,5 quilômetros da costa atingidos, da plataforma de Tramandaí até Imbé.