O financiamento para capital de giro foi a modalidade que mais cresceu nos últimos 12 meses entre as principais opções de crédito livre disponíveis para empresas brasileiras.

Segundo o Banco Central, os empréstimos do gênero somaram em maio R$ 25,9 bilhões, alta de 56,2% em 12 meses. De janeiro a maio, a média mensal de concessões de capital de giro teve expansão de 29,9% em relação a 2009.

Uma das alternativas mais baratas de financiamento, o capital de giro teve o juro médio foi de 29,3% ao ano, perdendo apenas para aquisição de bens e o financiamento direto da compra ao cliente.

Em maio, o prazo médio do capital de giro foi de 480 dias, alta de 137 dias ante a posição de maio do ano passado.