Dilma Rousseff, candidata do PT a presidência, disse em Natal que se eleita pretende ampliar em até 2% do PIB o montante de recursos destinados à ciência e tecnologia. A cifra fica hoje em 1,3%.

Dilma participou de encontro com pesquisadores, estudantes e professores durante a 62ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

A candidata disse que dará continuidade à política de investimento no setor, iniciada no governo Lula. "A ciência e tecnologia é uma das questões mais importantes para o Brasil deixar de ser emergente e se tornar uma nação mais desenvolvida", defendeu.

Segundo ela, a política do seu governo para ampliar a produção científica no país será aliada à melhoria salarial dos professores e ao desenvolvimento do sistema educacional. "Sem salário digno, não há status social, não há milagre."

Serra não irá
Marina Silva, candidata pelo PV, participará do evento da SBPC nesta sexta, 30.  José Serra (PSDB) não confirmou presença, alegando já ter outros compromissos agendados.