A Hering, empresa catarinense de Blumenau, apresentou aos investidores um estudo indicando que a empresa tem potencial para a abertura de 604 lojas no Brasil. Entretanto, preferiu não mudar os planos de crescimento e encerrar o ano com apenas 325 estabelecimentos. É o que informa a Exame.com.

O estudo realizado pela empresa expôs que a rede tem potencial de expansão, estimando a possibilidade de criar 19 novas Hering Stores no norte, quatro no nordeste, 14 no centro-oeste, 51 no sul e 142 no sudeste. Foram identificadas 277 cidades com potencial de ter lojas e até o fim do ano a Hering estará em 147 delas, segundo a empresa.

"Mesmo com o plano ainda haverá uma concentração nas regiões sul e sudeste, mas a nossa distribuição geográfica anda muito em linha com a nossa distribuição de consumo", disse Frederico de Aguiar Oldani, diretor de finanças da marca, ao Exame.com.

Segundo o site, a empresa não vê possibilidade de gargalos em logística, mas em produção.

“A expansão é uma questão de cronograma. Tudo parece muito favorável, até o ambiente macroeconômico. O que vale é desenvolver um cronograma para dizermos com segurança que conseguimos cumprir", relatou Fábio Hering, presidente e diretor de relações com investidores da marca, em apresentação do estudo aos analistas.