Os gestores de TI brasileiros estão otimistas em relação aos orçamentos de seu setor para 2011.

É o que indica a pesquisa realizada pela IDC para formação do ranking dos 100 IT Leaders do país. Para o estudo, foram ouvidos 336 gestores de tecnologia e, destes, 78% afirmaram esperar aumento no budget do ano que vem.

Apesar disso, os CIOs acreditam que a expansão dos orçamentos não será suficiente para compensar os cortes realizados em 2008 e 2009, em função da crise mundial: para 34% dos gestores, os aportes de TI serão destinados somente à inovação.

Tecnologias focadas no atendimento ao cliente final, como CRM, terão prioridade. Também está prevista a integração destas ferramentas a sistemas como BI e soluções colaborativas, especialmente se adquiridas no modelo SaaS.

Mesmo com a aposta no SaaS, a cloud computing não tem sido muito comentada entre os CIOs: dos 336 entrevistados, 40% não planejam investir neste modelo nos próximos dois anos.

Já 15% sequer pararam para pensar no assunto e dos 27% que já implementaram cloud ou pretendem fazê-lo ao longo de 2011, só 6% partirão para a nuvem pública, informa o ComputerWorld.

Conforme a IDC, a infraestrutura de conectividade também será foco de investimento das empresas no próximo ano, especialmente no quesito mobilidade, segundo 86% dos entrevistados.

Outra tendência é a incursão cada vez maior das companhias na web 2.0, em redes como Twitter, Facebook, Orkut e LinkedIn.