Uma equipe de Porto Alegre está entre os dez grupos selecionados no Wayra Brasil, iniciativa da Telefônica para identificar e investir em startups da área de inovação e tecnologia.

As equipes de cada um dos projetos receberão entre US$ 30 mil e US$ 70 mil para por em prática suas ideias, além de contar com espaço físico, infraestrutura, apoio à gestão e ferramentas concedidas pela Telefónica.

De Porto Alegre, o projeto vencedor é o Spotwish, aplicativo móvel de geolocalização baseado em gostos e interesses pessoais, desenvolvido pela dupla João Cláudio Soares Otero e Rafael Jannone, da start up Bullb, que em agosto também ficou entre as finalistas do desafio "Sua Ideia Vale 1 Milhão?", do Grupo BuscaPé.

O aplicativo gaúcho ajuda os usuários a obterem recomendações personalizadas e geolocalizadas de promoções, produtos e avisos de amigos nas redes sociais, de acordo com um perfil pré-definido pelo próprio usuário, que assim recebe informações de seu interesse em seu celular.

Na competição da Telefónica, os empreendedores gaúchos concorreram com outros 518 projetos inscritos de todo o país, dos quais foram triados 30 finalistas, que resultaram nos dez vencedores.

Todas as iniciativas selecionadas no país estão relacionadas a comércio eletrônico, redes sociais, aplicações móveis, inovação social, serviços in-cloud e de localização.

Espaço para inovação
Agora, as equipes vencedoras serão alocadas num mesmo espaço denominado “Academia”, que será implantado em área ainda a definir na cidade de São Paulo.

A ideia é que o espaço comece a funcionar no primeiro trimestre de 2012.

A partir daí, os empreendedores terão seis meses para fazer sua ideia decolar, prazo que poderá ser estendido por outro semestre.

Como contrapartida, a Telefônica será sócia minoritária, com participação em torno de 10% do negócio resultante de cada uma das iniciativas.

O Vale do Silício latino-americano
Conforme Pablo Larrieux, diretor de inovação da Telefônica e coordenador do Wayra no Brasil, a meta do projeto é criar o “maior número possível de Vales do Silício em território latino-americano”.

Para tanto, o projeto ocorre também no México, Colômbia, Peru, Argentina, Chile, Venezuela e Uruguai, além da Espanha, onde fica a sede da Telefónica.

“Muitos empreendedores deixam o Brasil e outros países da América Latina rumo à Europa ou EUA por não encontrar apoio e recursos para desenvolver projetos em seus países de origem”, afirma Larrieux. “Nossa expectativa é reverter essa tendência e fixar talentos no continente”, completa.

Lista
No Brasil, além dos gaúchos, também foram premiados os projetos aaTag (app para integração consumidor/marca em PDVs, de Santana de Parnaíba-SP), Eu Decido (compra eletrônica de bens duráveis, de São Paulo), FilaExpress (gerenciamento de filas e senhas, de São Paulo), Fingù (e-commerce social, de São Paulo) e Logueria (portal de concorrência focado em design, de São Paulo).

Completam a lista o Professores de Plantão (rede de contatos de alunos e professores particulares, de São Paulo), RockBee (plataforma de venda de ingressos e divulgação de eventos, de Belo Horizonte), Wikimapa (mapeamento qualitativo de áreas menos favorecidas em centros urbanos, do Rio de Janeiro)    e YouCast (agência de notícias colaborativa, de Juiz de Fora).