A Master Minds, empresa campinense de capital empreendedor - private equity, está em busca de seis organizações de pequeno e médio porte de todo Brasil para investir até o final de 2009.

Serão contemplados diversos setores, incluindo TI e Telecom.

Os interessados em receber aporte devem preencher alguns requisitos, como já possuírem personalidade jurídica e um faturamento bruto anual superior ao de uma microempresa.

“O objetivo é aportarmos não só capital, mas contribuir de forma intensiva na gestão das empresas, a fim de que possam executar seus planos de crescimento”, explica o sócio-fundador da Master Minds, Juliano Graff.

As empresas devem registrar seus planos de expansão pelo site relacionado abaixo.

Mercado aquecido
De acordo com pesquisa do GVcepe (Centro de Estudos em Private Equity e Venture Capital da FGV/EAESP), o setor tem recursos de US$ 16,7 bilhões (ante US$ 5,6 bilhões em 2004).

Das 72 ofertas públicas iniciais de ações (IPOs) na Bovespa de 2004 ao primeiro semestre de 2007, 28 foram de companhias que tiveram aportes de capital empreendedor/private equity.

Em 2007, 404 empresas no Brasil possuíam tal investimento.