Presidente da SAP Labs Latin America, Erwin Rezelman

Até o meio de 2012, a SAP quer ter mais 120 colaboradores na unidade de P&D SAP Labs Brasil, em São Leopoldo.

Para isso, a estratégia prevê a construção de um novo prédio, mas as obras podem ser seguradas até 2014, já que os preços da construção civil local não têm agradado à SAP, que acredita numa redução dos valores praticados após a Copa do Mundo.

“Vamos aguardar, fazer avaliações. Os preços são muito altos, e podem diminuir após o mundial”, destacou a presidente da SAP Labs Latin America, Erwin Rezelman.

Ainda conforme Rezelman, para agregar os novos colaboradores, o SAP Labs irá contar com mais um andar, ainda este ano.

O novo espaço será alugado de outro prédio do Tecnosinos, permitindo abrigar mais 120 vagas.

Com as 138 contratações realizadas pela unidade em 2010, o laboratório leopoldense possui, hoje, 387 colaboradores diretos.

Contando também parceiros e prestadores de serviços, são 418 pessoas trabalhando no local, em um ambiente com capacidade de 420 colaboradores.

Segundo Rezelman, a expansão do SAP Labs Brasil acompanha o ritmo da subsidiária brasileira da fabricante de software alemã e da própria economia do país.

“O bom desempenho teve suporte na estável economia brasileira dos últimos anos, ao contrário de Estados Unidos e Europa, que ainda se recuperam da crise financeira que assolou os países mais industrializados recentemente”, afirmou o executivo.

O SAP Labs Latin America está em funcionamento desde 2006, sendo o primeiro construído a partir de um projeto de sustentabilidade. No local são desenvolvidos softwares e oferecido suporte técnico para toda América Latina.

Conforme Rezelman, 98% dos participantes de programas para estudantes na empresa acabam sendo aproveitados na própria SAP.

Os outros 2% só não permanecem lá por deixar o projeto para estudar no Exterior.

Como destaque para 2011, Erwin destacou o lançamento do software Hannah. Trata-se de uma solução em memória, com uma tecnologia que busca e gera informações de forma muito mais rápida nas bases de dados.

O Labs prestará suporte técnico para toda América Latina  nos serviços relativos à nova ferramenta.