O mercado de cloud computing será de “cartéis da computação” até 2020.

A previsão é da consultoria Forrester Research, que divulgou um relatório com o cenário de tecnologia e negócios para os próximos oito anos.

Segundo o estudo, a cloud computing chegará mais rápido do que o mercado pensa, e será controlado por pouquíssimas companhias que lutarão pelo direito de hospedar os dados das empresas.

Nesse caminho, muitas empresas tradicionais da computação corporativa serão desalojadas, dando poder a outras, tornando-se o que a consultoria chama de “carteis da computação”, que controlarão milhões de servidores em data centers ao redor do mundo.

Estes carteis, diz o estudo, deverão incluir empresas como Amazon, Cisco, Google, IBM, Microsoft, Oracle e alguns poucos competidores.

O estudo não dá nome às empresas que devem perder espaço.

De acordo com o site Convergência Digital, é curioso que empresas como HP, Dell e SAP não estejam na lista da Forrester.

Kyle McNabb, vice-presidente do Forrester e um dos autores do estudo, diz que as empresas são todas multinacionais e que a inovação acontece primeiro nos Estados Unidos.

“Ela poderia acontecer na China ou na Europa também, mas não vemos a mesma inovação nestes países”, diz.

Leia a matéria completa do Convergência Digital nos links relacionados abaixo.