A espanhola Indra encerrou o primeiro semestre deste ano com crescimento anual de 4% no lucro líquido, que somou € 105 milhões.

No semestre, as vendas da companhia chegaram a € 1.354 milhão, aumento de 2% ano/ano.

Nos resultados da empresa, o mercado internacional registrou aumento de 5% em participação.

Disso, as regiões que apresentaram expansão de dois dígitos foram Ásia Pacífico e África, com 17%, seguidas por América Latina, com 16%.

No mercado espanhol, a receita da empresa manteve-se praticamente estável, conforme o balanço divulgado nesta segunda-feira, 1º de agosto.

Já entre as verticais atendidas, as que mais incrementaram as vendas da Indra no semestre foram as do setor corporativo, especialmente nas subáreas de Telecom & Media e Serviços Financeiros.
No que diz respeito aos mercados ligados a governo, os ganhos com Segurança & Defesa caíram 23%, enquanto que AAPP & Saúde subiram 3%.
 
Para restante do ano, a Indra projeta expandir as vendas acima de 2%, com “os mercados internacionais crescendo a valores relevantes e o mercado nacional registrando um comportamento levemente negativo”.
 
Já para a margem EBIT a previsão da companhia é de, no mínimo, 10,5% de crescimento.