Gilmar Tamanini, o CEO da Teclógica

A Teclógica, empresa de soluções para gestão de processos de TI e negócios com sede em Blumenau e atuação nas regiões Sul e Sudeste, acaba de inaugurar uma nova unidade de consultoria.

A estimativa é que a nova divisão, que inicia com ofertas baseadas em SOA, BPM e mobilidade corporativa, corresponda a 30% do faturamento da companhia dentro de dois anos.

A aposta, segundo o CEO Gilmar Tamanini, está em mercados cuja expansão já é prevista nacional e internacionalmente.

“O mercado para estes novos produtos está crescendo significativamente. Em SOA, por exemplo, a expectativa da IDC é que os investimentos realizados pelo mercado de TI cresçam 25% até 2013”, afirma o executivo.

Já sobre BPM, ele cita uma pesquisa da revista CIO/EUA segundo a qual apenas 41% dos líderes de TI entrevistados contam com ferramentas de análise e de BPM “fortemente integradas”, atualmente.

“Se bem executado, o BPM cria uma base para estratégias de implementação da arquitetura SOA”, destaca Tamanini.

Outra pesquisa, também da CIO, informa que BPM (35%) e SOA (32%) estão em segundo e terceiro lugar, respectivamente, no ranking das tecnologias mais analisadas pelos gestores de TI, atrás apenas de computação em nuvem (48%).

Na área de mobilidade corporativa, por sua vez, a companhia se baseia em dados da Federação Brasileira de Desenvolvimento Corporativo que indicam que a tecnologia é utilizada por 64% das empresas brasileiras, atualmente.

“Com este novo pacote de serviços, nos inserimos na oferta de um ciclo completo de serviços - da consultoria em gestão de negócios ao desenvolvimento de software”, finaliza Tamanini.

O portfólio da Teclógica conta com outsourcing, gerenciamento de aplicações, fábrica de software, projetos de manutenção e infraestrutura, telefonia digital, BPM, SOA, mobilidade corporativa e virtualização.

A empresa, que em 2010 cresceu cerca de 20%, é CMMi 2 e atua com profissionais distribuídos nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que atendem a clientes como Correios, Embratel, TIM, Mcdonalds, Vonpar, Souza Cruz e AES Sul.