A Informatica Corporation, fornecedora de software de integração de dados, alcançou receita de US$ 168 milhões no primeiro trimestre de 2011, o que representa um crescimento de 24% ante os US$ 135,1 milhões do mesmo período do ano passado.

Já o lucro líquido GAAP ficou em US$ 21,9 milhões, ou US$ 0,20 por ação diluída, alta de 66% ano/ano.

O lucro operacional da companhia nos três primeiros meses de 2011, calculado segundo os princípios contábeis estipulados nos Estados Unidos (GAAP), foi de US$ 31,9 milhões, uma expansão de 114% sobre os US$ 14,9 milhões do 1T10.

Ainda no primeiro trimestre deste ano, a receita da Informatica com venda de licenças foi de US$ 71,5 milhões, aumento de 30% sobre os US$ 55 milhões do mesmo período do ano passado.

Conforme o CEO da empresa, Sohaib Abbasi, as tendências de cloud computing e a demanda por grandes volumes de dados expandiram o mercado potencial da empresa.

“Elas elevam o papel da integração de dados dentro da infraestrutura de TI. Em épocas de incerteza e mudanças, como esta, a integração torna-se ainda mais fundamental”, comemora o executivo.

Para exemplificar o aumento de demanda comentado, ele indica que, no trimestre, a Informatica conquistou 68 novos clientes, entre eles nomes como Casino Resorts, DineEquity, PKO Bank Polski e UltraTech Cement, aumentando a base para 4.350 atendidos em todo o mundo.

Além disso, houve a renovação de contratos com 252 clientes, incluindo empresas como Vale, Best Buy Europe, Logitech e Schneider Electric.

A carteira de parceiros também se expandiu, com o início de uma aliança com a NetSuite, tornando-se o que Abbasi define como a primeira solução ERP em dois níveis de computação na nuvem.

“Esta combinação permite que empresas globais ampliem e integrem seus sistemas empresariais em suas dependências com soluções ERP baseadas na nuvem para suas subsidiárias e divisões regionais”, explica o CEO.