A Sonda Software lança a versão cloud de seu aplicativo para EFD-PIS/Cofins, nova exigência do Sped cujo prazo de cumprimento de obrigatoriedade encerra este mês.

A oferta em nuvem é voltada a empresas que precisam ganhar tempo na implementação do aplicativo e não pretendem ou não têm tempo hábil para investir em servidores necessários à instalação do Sped PIS/Cofins.

Nesta modalidade, as empresas utilizam a infraestrutura da Sonda IT, instalada no data Center Tier III da companhia, em Santana de Parnaíba.

Há, ainda, outras categorias de venda do pw.Sped-PIS/Cofins – o BPO Fiscal, por exemplo.

Nesta oferta, a Sonda destaca uma equipe de profissionais para cuidar do atendimento às obrigatoriedades das empresas usuárias para com o Sped Fiscal, contábil e IN86, entre outras.

A modalidade se baseia em extrair e validar as informações exigidas pelo fisco para o envio do arquivo digital através da solução de validação fornecida pela companhia, o pw.SVA, que contempla 1,5 mil regras para atender à nova exigência.

“Toda infraestrutura necessária para o trabalho de validação dos arquivos é de responsabilidade da Sonda Software”, explica Danilo Mioto, diretor Comercial da divisão da Sonda IT.

O executivo destaca, ainda, que ambas opções são boas para quem ainda não iniciou seus projetos de atendimento às novas exigências do fisco.

“Por um lado, o BPO usa hardwares já dedicados para essa atividade, enquanto a oferta em cloud oferece uma solução de infraestrutura com disponibilização praticamente imediata para os clientes”, comenta o diretor.

Além disso, segundo o executivo, a oferta de terceirização de servidores pode ser adotada como padrão pelas empresas, ou utilizada momentaneamente para atender à implementação da solução fiscal.

“No futuro, se o cliente resolver transferir a infraestrutura para dentro de sua casa, podemos fazer o insourcing da solução”, finaliza Mioto.