Acaba de entrar em operação o Banco Randon, divisão do Grupo Randon focada no atendimento à cadeia de fornecedores e clientes das empresas da holding. Para iniciar as atividades, a empresa adotou o SPB/x, da C&M Software, como solução de acesso ao Sistema de Pagamentos Brasileiro.

O software permite a instituições financeiras como bancos, corretoras de câmbios e valores realizar suas atividades em compatibilidade com todas as normas do Banco Central. A C&M processa todas as transações de SPB dos usuários da solução, liberando-os para cuidar exclusivamente de seus negócios-foco.

O Banco Randon atuará na oferta de produtos de financiamento, como Finame e CDC.  De acordo com o diretor Administrativo da divisão, Jaime Marchet, a instituição também poderá financiar as demandas de crédito de fornecedores da Randon, como Desconto de Recebíveis e Capital de Giro.

“Acreditamos que com a implantação do banco, as empresas terão um tratamento mais especializado e focado na administração dos ativos financeiros”, afirma Marchet.

Conforme o diretor, a instituição obteve autorização de operação para banco multiplo com carteira comercial, e, por consequência, tem a obrigatoriedade de operar no SPB.
 
Responsável pela solução que garante esta conformidade, a C&M tem matriz em Alphaville e filial no Rio de Janeiro. Desde 2001, é a única instituição não-financeira a estar presente na RSFN (Rede do Sistema Financeiro Nacional).

A empresa oferece serviço de colocation em seu data center próprio, onde processa também mensagens para diversos bancos do país. Além disso, o portfólio conta com soluções de call center eletrônico e cobrança eletrônica.

A C&M atua também no segmento de identificação biométrica e eletrônica, além de análise de crédito e risco de fraude.