A receita da Sonda IT cresceu 27,2% no terceiro trimestre de 2011, em relação ao mesmo período do ano anterior, somando US$ 760,7 milhões em setembro.

Os resultados fora da matriz, no Chile, ficaram com 60,2% do total, ou US$ 458,1 milhões, alta de 41,1% ano/ano.

Brasil à frente
Neste quadro, o Brasil liderou, sendo responsável por 63% da fatia que representa as nove filiais e por 38% do resultado regional da companhia.

No país, a receita cresceu 26,6% entre janeiro e setembro deste ano, ficando em US$ 288,3 milhões.

Líder também em SAP
Durante o período, a regional nacional também se destacou por conta dos novos negócios envolvendo tecnologia da SAP.

Entre projetos, fábrica de software e suporte Basis, o país gerou um volume de negócios de R$ 18,2 milhões e registrou assinatura de 12 novos contratos.

Destes, 42% representam a aquisição do SAP Business Objects.

Foram US$ 983,5 milhões em novos negócios, crescimento histórico de 53,9% em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo Carlos Henrique Testolini, presidente da Sonda IT no Brasil.

“O elevado número de contratos fechados, crescimento da receita e do lucro operacional, aliado à nova oferta do Data Center Tier III e à cloud computing, permitirão manter uma grande base de sustentação para os próximos anos”, aposta o executivo.

Compra
O terceiro trimestre também foi marcado pela aquisição da chilena Quintec, por US$ 62 milhões.

O negócio encerrou o plano de investimentos da organização de US$ 500 milhões para o biênio 2010-2012, somando-se às outras cinco compras realizadas no ano de 2010.

São elas: Telsinc, Kaizen e Soft Team no Brasil; NextiraOne no México e Ceitech na Argentina.